Defesas & Seminários

CONVITE PARA DEFESA DE DISSERTAÇÃO - CRISTIANO MARTINS MONTEIRO

Ter, 01 de Novembro de 2016 13:50

CONVITE PARA DEFESA DE DISSERTAÇÃO

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional tem o prazer de convidar a comunidade científica para a 226ª sessão pública de apresentação e defesa da dissertação de Mestrado:

CANDIDATO: CRISTIANO MARTINS MONTEIRO

TÍTULO:

Padrões de Mobilidade Urbana em Serviços de Táxi

BANCA EXAMINADORA

TITULARES:

 

Profª. Drª. Cristina Duarte Murta (Orientadora)

CEFET-MG

Prof. Dr. Fábio Rocha de Silva (Coorientador)

CEFET-MG

Profª. Drª. Raquel Aparecida de Freitas Mini

PUC Minas

Prof. Dr. Paulo Eduardo Maciel de Almeida

CEFET-MG

LOCAL:

Auditório do Prédio 17 – sala 401, Campus II, CEFET-MG

Av. Amazonas, 7675 - Nova Gameleira

DIA:

23 de novembro de 2016 - Quarta-feira

HORA:

14:00 horas

RESUMO: Dados abertos de serviços de táxi possibilitam a análise de padrões de mobilidade em centros urbanos e a melhor compreensão das rotinas da população local. Este trabalho utiliza dois conjuntos de dados que somam mais de trinta milhões de registros de localização e de tempo de táxis das cidades de San Francisco e Roma para inferir e comparar padrões de mobilidade urbana nessas duas metrópoles. A partir dos dados, foi feito o mapeamento das localizações dos táxis nas vias de trânsito e o cálculo das distâncias percorridas e das velocidades. A análise inicial dos dados indicou a necessidade de correções. Para isto, foram propostos e implementados dois algoritmos, um para o Tratamento de Táxis Parados e outro para os Tratamentos de Velocidades Anômalas, com o objetivo de corrigir as distâncias e velocidades das rotas com erros nas medições. Várias análises sobre os dados são apresentadas, por exemplo, as regiões das cidades com maior número de registros; a quantidade de táxis operando por hora e dias da semana; as durações das rotas, distâncias e velocidades dos táxis; assim como as rotas mais frequentes de San Francisco. Os resultados indicam diferenças nas rotinas dos serviços de táxi das duas cidades, que refletem, possivelmente, aspectos culturais.

Palavras-chave: Mobilidade Urbana. Tratamento de dados georreferenciados. Análise de dados espaço-temporais.

 

Belo Horizonte, 26 de outubro de 2016.

 

Convite para Defesa de Dissertação - MARCUS RICARDO AGUIAR DOS SANTOS

Seg, 23 de Março de 2015 16:32

CONVITE PARA DEFESA DE DISSERTAÇÃO

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática e Computacional tem o prazer de convidar a comunidade científica para a 196ª sessão pública de apresentação e defesa da dissertação de Mestrado:

CANDIDATO: MARCUS RICARDO AGUIAR DOS SANTOS

TÍTULO:

Efeitos da Cooperação em um Sistema Multiagentes Autônomos para a Solução de Problemas de Otimização

BANCA EXAMINADORA

TITULARES:

 

Prof. Dr. Rogério Martins Gomes (Orientador)

CEFET-MG

Prof. Dr. Henrique Elias Borges (Coorientador)

Prof. Dr. Flávio Vinícius Cruzeiro Martins

CEFET-MG

CEFET-MG

Profª. Drª. Elizabeth Fialho Wanner

CEFET-MG

LOCAL:

Auditório do Prédio 17, sala 401, Campus II, CEFET-MG

Av. Amazonas, 7675 - Nova Gameleira

DIA:

10 de abril de 2015 - Sexta-feira

HORA:

9 horas

RESUMO: O Bioinspired Multiagent System for Combinatorial Optimization (Bimasco) consiste em um sistema multiagentes autônomos para a solução de problemas de otimização genéricos de diferentes classes. Este sistema aplica a metáfora de vida artificial a problemas de otimização. Assim, o mundo artificial representa o espaço de busca de um certo problema, sendo o mesmo povoado por um conjunto de soluções viáveis do mesmo, agrupadas em entidades inanimadas, denominadas regiões. Da mesma forma, o mundo é habitado por entes animados, os agentes, cada qual encapsulando uma metaheurística. Estes agentes, por sua vez, possuem um mecanismo de aprendizagem por reforço/inibição e uma memória de suas ações e interações com outros entes. Neste contexto, o presente trabalho propõe um sistema que modela a dinâmica de interações tanto entre os agentes quanto entre estes e as regiões, de modo que o mesmo opere como um sistema dinâmico discreto, auto-organizável e, principalmente, não-determinístico. Para tanto, a dinâmica do sistema (agentes, regiões e troca de estímulos) deve ser concorrente e assíncrona. Experimentos computacionais foram realizados utilizando problemas de otimização de diferentes classes, entre eles, dois problemas envolvendo funções, que são usualmente utilizados como benchmarks em métodos de otimização, o problema da mochila e o problema de roteamento de veículos com janela de tempo. Os resultados obtidos mostraram que a dinâmica do modelo implementado é mais eficiente quando existe cooperação entre os agentes, devido ao processo de aprendizagem que ocorre a partir das ações e interações entre os mesmos, do que quando os mesmos agentes atuam de forma independente na busca por melhores soluções.

Belo Horizonte, 19 de março de 2015.

Prof. Dr. Rodrigo Tomás Nogueira Cardoso

Coordenador do Programa de Pós-Graduação em

Modelagem Matemática e Computacional

 

«InícioAnterior12345678910PróximoFim»
Editores